Jornalistas australianos são detidos após sequestro de crianças no Líbano

(Atualiza com libertação de crianças e mais prisões).

Beirute, 7 abr (EFE).- Quatro jornalistas australianos foram detidos no Líbano por seu suposto envolvimento no sequestro de duas crianças já libertadas em Beirute, informou nesta quinta-feira a polícia do país.

A repórter Tara Brown e sua equipe estão sendo investigados pelo rapto ontem de duas crianças, de 6 e 4 anos, no bairro de Hadez, no sudeste da capital libanesa, explicou a polícia em comunicado.

Fontes policiais disseram à Agência Efe que as crianças foram libertadas. Veículos da imprensa libanesa, por sua vez, informaram que elas estão atualmente na casa do pai.

As crianças foram sequestradas por três homens armados quando esperavam o ônibus escolar acompanhadas de sua avó, que foi agredida, segundo a agência oficial libanesa "ANN".

Os jornalistas estavam no Líbano fazendo uma reportagem para a emissora australiana "Channel 9", que informou sobre a detenção de Brown e sua equipe.

A emissora indicou em uma nota que está em contato com as autoridades libanesas para conseguir a libertação dos repórteres e seu retorno à Austrália o mais rápido possível.

Segundo o grupo de imprensa australiano Fairfax, os jornalistas estavam filmando a operação de uma agência privada especializada na recuperação de crianças.

Além disso, a mãe das crianças, a australiana Sally Faulkner, também foi presa pelo suposto envolvimento no sequestro, acrescentaram as fontes policiais.

Faulkner mantém uma disputa com seu ex-marido libanês pela guarda dos filhos e supostamente teria ligado para ele para falar que os menores estavam com ela, informou a imprensa libanesa.

Também foi preso um cidadão inglês, que transportaria as crianças em uma lancha depois que elas fossem raptadas.

Antes do sequestro, aparentemente, o pai se negou a devolver as crianças para Faulkner depois de elas terem passado férias no Líbano, onde a guarda é em geral outorgada ao progenitor.

A decisão final sobre o destino das crianças será tomada pelo procurador-geral do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos