Secretário-geral da Unasul minimiza impacto dos Panama Papers

Buenos Aires, 7 abr (EFE).- O secretário-geral da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), Ernesto Samper, disse nesta quinta-feira que parece que há "muita mais palha do que fogo" nos Panama Papers.

"Foi criada uma revolução na qual esperamos que cada país estabeleça as condições para saber quanta palha e quanto fogo há. Parece que há muita mais palha do que fogo", afirmou Samper à Agência Efe em Buenos Aires, onde iniciou uma visita de dois dias para se reunir com vários membros do governo argentino.

"Em minha opinião, seria uma tarefa de cada país estabelecer o que pode ser realmente condutas que sejam censuráveis e as que não são", acrescentou.

O secretário-geral da Unasul lembrou que em relação a estes vazamentos, que relacionam políticos e empresários de todo o mundo com empresas offshore em paraísos fiscais, há "11 milhões de documentos dando voltas pelo mundo".

"Me parece que a atitude que os governos estão assumindo é a adequada, que é transferir às autoridades judiciais todos os temas que tenham a ver com este episódio para que se estabeleçam onde há responsabilidades e onde não as há", concluiu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos