Batida de trens deixa 245 feridos na Costa Rica

(Atualiza número de feridos e dados).

San José, 8 abr (EFE).- Ao todo, 245 pessoas foram atendidas pela Cruz Vermelha da Costa Rica após a colisão frontal de dois trens no distrito de Pavás, na capital do país, sendo que cinco delas estavam em estado grave, informou à Agência Efe o porta-voz da organização, Gerald Jiménez.

O presidente do Instituto Costa-riquenho de Ferrovias (Incofer), encarregado do serviço, Guillermo Santana, disse aos jornalistas que tudo indica que o acidente foi causado por um "erro humano" na comunicação, mas esclareceu que é preciso realizar uma investigação porque a situação é "muito séria".

"Não vamos poupar recursos e esforços para esclarecer isto. A falta de comunicação por rádio coloca a perder todo o controle que temos do serviço", declarou Santana.

O serviço só conta com uma linha, por isso existem cruzamentos para que um trem mude de via momentaneamente enquanto a outra maquina continua sua rota. A hipótese mais forte das autoridades indica que esta mudança não aconteceu hoje, aparentemente por falta de comunicação entre os maquinistas, o que teria originado o acidente.

Um dos trens realizava a rota do oeste ao leste de San José e o outro fazia exatamente o oposto pela mesma linha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos