Bombardeios da coalizão ao sul de Mossul mata pelo menos 30 membros do EI

Mossul (Iraque), 8 abr (EFE).- Pelo menos 30 combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) morreram nesta sexta-feira em bombardeios da coalizão internacional, liderada pelos EUA, ao sul da cidade iraquiana de Mossul.

Segundo um comunicado da direção das Operações de Libertação de Ninawa, os bombardeios ocorreram em várias zonas situadas na região de Al Qayara, situada a 55 quilômetros de Mossul.

Um dos ataques destruiu uma fábrica de mísseis e gases tóxicos na cidade de Sayuya.

A coalizão internacional, junto à aviação iraquiana, segue bombardeando sedes militares do EI em outras zonas localizadas ao sul de Mossul, indica a nota.

Em março, as forças governamentais recuperaram o controle de três localidades do distrito de Al Qayara, a principal da região e segundo reduto do EI na zona.

O grupo terrorista conquistou Mossul em junho de 2014, quando proclamou um califado nas zonas sob seu controle do norte e centro do Iraque e Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos