Al Qaeda mata 19 recrutas pró-governo no sul do Iêmen

Sana, 9 abr (EFE).- O grupo terrorista Al Qaeda matou neste sábado pelo menos 19 recrutas iemenitas das forças leais ao presidente do Iêmen, Abdo Rabbo Mansour Hadi, na província de Abian, no sul do país.

Segundo informaram à Agência Efe fontes dos serviços de segurança, combatentes da Al Qaeda detiveram de madrugada na região de Ahwar um comboio de três veículos nos quais viajavam os recrutas, que ainda não tinham concluído sua formação e que não estavam armados, e que se dirigiam à província de Al Mahra.

As fontes explicaram que os agressores obrigaram os motoristas dos três carros a conduzirem até uma região montanhosa, onde foram ordenados a sair dos veículos sofreram os disparos.

Pelo menos 19 recrutas perderam a vida, enquanto 22 ficaram feridos e foram levados a vários hospitais de Ahwar e de Aden por vários habitantes da região que se deslocaram ao local após escutarem os tiros.

A Al Qaeda controla desde dezembro a cidade de Zinyibar, capital da província de Abian e situada cerca de 60 quilômetros ao leste da cidade de Aden, a sede provisória do governo de Hadi.

O grupo extremista aproveitou a deterioração da segurança devido ao atual conflito para se expandir nas áreas do sul do país, que foram recuperadas nos meses anteriores pelas forças leais a Abdo Rabbo Mansour Hadi após expulsarem os rebeldes xiitas houthis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos