Procuradoria da Bélgica identifica 3º suposto terrorista do aeroporto

Bruxelas, 9 abr (EFE).- O suspeito dos atentados de novembro do ano passado em Paris, Mohammed Abrini, que foi detido ontem, é o terceiro suposto terrorista do aeroporto de Bruxelas, que acompanhava no dia 22 de março os dois homens que detonaram explosivos no local, segundo confirmou neste sábado a procuradoria federal belga em comunicado.

O Ministério Público afirmou que Abrini, que vinha sendo chamado de "o homem do chapéu", "foi confrontado com os resultados de diferentes exames de análise e reconheceu sua presença nos fatos".

"Ele explicou que atirou sua jaqueta no lixo e que revendeu seu chapéu em seguida", acrescentou, para dificultar sua localização.

Em comunicado de imprensa anterior, a procuradoria belga havia assinalado que ainda não podia pronunciar-se sobre se Abrini era ou não o "homem do chapéu", chamado assim pela forma como aparecia vestido nas imagens captadas pelas câmeras de segurança no dia dos ataques.

Segundo o jornal econômico "L'Echo", que antecipou a notícia, Abrini confessou em seu depoimento que os comandos que atentaram em Bruxelas no dia 22 de março "queriam na realidade voltar a atuar em Paris".

"Mas foram surpreendidos pela investigação, que avançava rápido demais, e então decidiram cometer os atentados em Bruxelas", acrescentou a procuradoria.

Um juiz de instrução indiciou Abrini, após o depoimento, de participar de atividades de grupo terrorista e de assassinatos terroristas.

As mesmas acusações foram impostas a Osama Krayem, conhecido também como Naeem al Ahmed, confirmado também hoje como o "segundo homem" que foi visto com o terrorista que detonou explosivos no metrô de Maelbeek da capital belga.

Segundo o jornal "De Standaard", os investigadores acreditam que Krayem pôde ter deixado escondida em algum ponto de Bruxelas uma bolsa com explosivos como a que levava o suicida do metrô, Khalid El Bakraoui.

Em imagens registradas na estação de metrô de Pétillon (uma parada antes da estação atacada), gravadas minutos antes da explosão em Maelbeek, é possível ver que os dois levavam bolsas idênticas. EFE

rja/rsd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos