Líder opositor pede saída de primeiro-ministro do Paquistão por Panama Papers

Islamabad, 10 abr (EFE).- O líder do partido opositor Pakistan Tehreek-e-Insaf (PTI), Imran Khan, exigiu neste domingo a renúncia do primeiro-ministro do Paquistão, Nawaz Sharif, e ameaçou organizar um protesto caso não sejam investigadas as alegações dos Panama Papers.

"Exijo que Nawaz Sharif renuncie. O primeiro-ministro não tem autoridade moral para continuar no cargo", disse Khan em discurso televisionado.

O vazamento de 11,5 milhões de documentos do escritório panamenho Mossack Fonseca revelou que três dos quatro filhos do líder, Hussain, Maryam e Hassan, criaram offshores nas Ilhas Virgens Britânicas com as quais administram propriedades em Londres.

Sharif anunciou a criação de uma comissão judicial liderada por um ex-juiz do Tribunal Supremo do país para investigar as empresas de seus filhos em paraísos fiscais, o que não agradou a oposição.

"É necessário formar uma comissão de investigação liderada pelo presidente do Tribunal Supremo e uma auditoria de consultorias estrangeiras", afirmou o político opositor e famoso ex-jogador de críquete.

Khan ameaçou organizar um protesto na cidade de Raiwind - onde fica a residência familiar do primeiro-ministro - igual ao que organizou em Islamabad em 2014.

O opositor protagonizou uma manifestação de quatro meses de duração contra o parlamento paquistanês para exigir a renúncia de Sharif por suposta fraude eleitoral.

O protesto chegou ao fim por causa do ataque talibã contra uma escola paquistanesa que deixou 125 estudantes mortos, em solidariedade às vítimas.

Khan garantiu que desta vez não encerrará o protesto caso seus pedidos não sejam atendidos e deu um prazo até o dia 24 de abril ao governo.

Sharif enfrenta uma tempestade política em seu país após as revelações dos Panama Papers, que ressuscitaram velhas acusações de corrupção contra o líder.

A família Sharif reconheceu a posse de empresas nas Ilhas Virgens Britânicas e propriedades em Londres, mas negou qualquer tipo de ilegalidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos