CS condena "energicamente" teste com míssil da Coreia do Norte

Washington, 15 abr (EFE).- O Conselho de Segurança (CS) das Nações Unidas condenou nesta sexta-feira "energicamente" o suposto lançamento por parte da Coreia do Norte de um míssil balístico em direção ao mar, ao considerá-lo "uma clara violação" de até cinco resoluções do próprio grupo sobre esta questão.

"Embora o lançamento do míssil balístico tenha sido um fracasso, esta tentativa constitui uma clara violação das resoluções do Conselho de Segurança 1718 (2006), 1874 (2009), 2087 (2013), 2094 (2013) e 2270 (2016)", declarou o grupo de países em comunicado.

O CS pediu à Coreia do Norte que "se abstenha" de futuras ações que violem suas resoluções e cumpra "a totalidade" de suas obrigações sob as mesmas.

Os membros deste órgão das Nações Unidas reiteraram a "importância" de manter a paz e a estabilidade na Península da Coreia e em toda a região do nordeste da Ásia e se mostraram "comprometidos" com uma solução pacífica, diplomática e política à situação.

A Coreia do Sul acusou seu vizinho de realizar nesta sexta-feira um teste fracassado com um míssil balístico, coincidindo com a realização do nascimento do fundador do país, Kim Il-sung.

Fontes militares sul-coreanas indicaram que poderia se tratar do primeiro teste realizado com um míssil Musudan, que segundo Seul tinha sido posicionado há 20 dias em uma plataforma de lançamento móvel (TEL) na cidade de Wonsan, no sudeste da Coreia do Norte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos