Puma provoca fechamento temporário de escola nos Estados Unidos

Los Angeles (EUA.), 15 abr (EFE).- A presença de um puma nesta sexta-feira no bairro de Granada Hills, no norte de Los Angeles, provocou o fechamento temporário do centro escolar John F. Kennedy, além de uma operação na região para capturar o felino.

O Departamento de Pesca e Vida Selvagem da Califórnia indicou hoje através de mensagens na rede social Twitter que tinha iniciado uma operação por volta das 12h locais, para investigar a posição presença de um puma em Granada Hills, bairro situado no vale de San Fernando, no qual vivem mais de 50 mil pessoas.

Depois, as autoridades do departamento publicaram que o animal tinha sido atingido por dados "de maneira segura", agradeceram a ajuda prestada pela Polícia de Los Angeles e afirmaram que devolverão o puma ao seu habitat natural "tão breve seja possível", após comprovar seu estado de saúde.

As imagens da emissora "KCAL9", gravadas de um helicóptero, gravaram o felino selvagem caminhando pelas dependências do instituto, percorrendo as ruas próximas.

Os oficiais conseguiram acertar o animal com dados tranquilizantes. O puma resistiu durante alguns minutos, mas acabou caindo anestesiado no jardim de uma casa particular. Após comprovar que ele era inofensivo, os agentes se aproximaram para capturar o felino e finalizar a operação.

De acordo com informações da emissora "CBS", o Instituto Kennedy foi fechado por volta das 12h, com os alunos dentro do prédio, como medida de precaução diante da possível presença do puma. Cerca de 2.100 alunos estudam no local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos