Explosão em ônibus deixa 16 feridos em Jerusalém

(Atualiza com novos detalhes do caso e declarações)

Jerusalém, 18 abr (EFE).- Pelo menos 16 pessoas ficaram feridas após uma explosão nesta segunda-feira dentro de um ônibus vazio em Jerusalém.

Fontes policiais informaram à Agência Efe que foram ventiladas duas hipóteses: a possibilidade de uma falha técnica no veículo que estava vazio ou a existência de uma pequena bomba na parte posterior que afetou também o veículo que estava atrás e um segundo ônibus que passava ao lado.

A polícia destacou também que no local não há por enquanto sinais de estilhaços, algo que costuma ser habitual em casos de atentados suicida.

As autoridades policiais, que a princípio mencionaram a palavra "atentado" em suas mensagens aos jornalistas, se retrataram e esperam agora a investigação preliminar para decidir a causa do fato.

"Sabemos que um ônibus saiu vazio do sul da cidade, ocorreu uma explosão que atingiu outro ônibus e um carro. Estamos verificando testemunhos de se foi ouvida uma explosão ou não. Os especialistas investigam os restos para decidir o que ocorreu", indicou Asi Aharon, porta-voz da polícia de Jerusalém.

O ônibus ficou completamente calcinado, assim como outro veículo que estava atrás na avenida Moshé Baram, nos arredores da estrada de Hebron, na parte sudeste da cidade, segundo Shlomo Petrover, porta-voz do Maguen David Adom (equivalente à Cruz Vermelha) em Jerusalém.

Os feridos -um estado grave- estavam em um segundo ônibus que passava ao lado do primeiro quando ocorreram os fatos, disse à Agência Efe Miki Rosenfeld, porta-voz da Polícia para veículos de imprensa estrangeiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos