Mais de 100 mil democratas do Brooklyn têm problemas para votar nas primárias

Nova York, 19 abr (EFE).- Cerca de 125.000 eleitores democratas do distrito de Brooklyn, onde nasceu o pré-candidato à presidência dos Estados Unidos, Bernie Sanders, tiveram problemas nesta terça-feira para emitir seu voto por erros nas listas, informaram fontes oficiais.

Em comunicado, o controlador eleitoral de Nova York, Scott M. Stringer, confirmou que 125.000 eleitores democratas do Brooklyn foram eliminados do censo entre novembro de 2015 e este mês sem que essa ação fosse explicada "adequadamente".

"Não há nada mais sagrado para nossa nação que o direito ao voto, e, mesmo assim, eleição após eleição nos deparamos com pessoas expurgadas das listas ou situadas em mesas de votação de localizações distintas", acrescentou.

O próprio prefeito de Nova York, onde está situado o distrito de Brooklyn, o democrata Bill de Blasio, reconheceu ter sido informado do expurgo de eleitores das listas.

"O fato de vários eleitores terem sido eliminados afeta a integridade do conjunto do sistema eleitoral e deve ser solucionado", declarou em comunicado.

Por sua parte, o diretor-executivo do conselho eleitoral, Michael J. Ryan, disse que as listas de voto serão revisadas e lembrou que existem até 800.000 eleitores democratas registrados no Brooklyn e milhares de pessoas entram e saem a cada ano das listas.

Perguntado se os eleitores que não puderam exercer seu direito teriam sido decisivos, o chefe de campanha de Hillary Clinton, John Podesta, disse em entrevista à "CNN" que esses 125.000 "eram importantes" e afirmou que "provavelmente muitos deles" iriam votar na ex-senadora de Nova York.

Por sua parte, em um comício no estado da Pensilvânia, Sanders disse que esta noite em Nova York "se sairá bem", apesar das pesquisas preverem que ficará atrás da ex-secretária de Estado.

"Nós fazemos algo inédito e quase radical neste país: contar a verdade", acrescentou Sanders, cujo futuro na corrida dependerá em grande medida da distância que o separar hoje de sua principal rival nas primárias de Nova York.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos