Réplica de magnitude 6 atinge área do sismo no Equador e é sentida em Quito

Quito, 19 abr (EFE).- Uma réplica de magnitude 6 na escala aberta de Richter voltou a sacudir nesta terça-feira a região do norte do litoral do Equador na qual no sábado passado ocorreu um terremoto que deixou pelo menos 480 mortos.

O Instituto Geofísico (IG) da Escola Politécnica Nacional informou à Agência Efe que a réplica foi sentida na capital Quito, situada cerca de 160 quilômetros ao leste da área do epicentro do sismo, assim como nas cidades litorâneas de Guayaquil e Manta.

Na capital do país a réplica foi sentida levemente, da mesma forma que em Guayaquil, mas em Manta foi "mais forte", segundo afirmou o IG ao detalhar que o sismo de hoje se localizou em frente à cidade litorânea de Muisne, a cerca de 10 quilômetros de profundidade.

Até o momento, acrescentou, foram registradas 436 réplicas do sismo principal, que ocorreu às 18h58 de sábado (horário local, 20h58 de Brasília), entre as cidades de Pedernales e Cojimíes, na província de Manabí, contígua com Esmeraldas, que também foi castigada pelo tremor.

O ministro da Defesa do Equador, Ricardo Patiño, disse hoje que 4.027 pessoas ficaram feridas devido ao terremoto de sábado e que 231 que estavam na região afetada pelo tremor permanecem desaparecidas.

Em entrevista coletiva, Patiño declarou que o número de mortos em função da tragédia é de 443, apesar de o vice-ministro do Interior, Diego Fuentes, ter dito antes que o terremoto matou 480 pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos