Começa evacuação de 500 civis sírios de localidades assediadas

Cairo, 20 abr (EFE).- A evacuação de cerca de 500 civis sírios, em sua maioria feridos e doentes, de quatro localidades assediadas começou nesta quarta-feira no marco de um acordo entre os rebeldes e o regime, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

De acordo com este pacto, saíram 250 civis em ônibus das localidades xiitas de Fua e Kefraya, na província de Idlib (norte) e assediadas pelos rebeldes, em troca que um número similar também saia das localidades de maioria sunita de Al Zabadani e Madaya, nos arredores de Damasco e cercadas pelo regime.

Uma das ambulâncias do Crescente Vermelho foi atacada por homens armados, embora se desconheça se os tiros tenham causado vítimas.

As forças do regime e os rebeldes fizeram acusações recíprocas sobre a autoria deste ataque, segundo o Observatório.

Esta evacuação aconteceu graças a um acordo conseguido com a mediação do Crescente Vermelho e o auspício da ONU.

Um total de 4.500.000 pessoas vivem em zonas de difícil acesso na Síria, que incluem 400.000 que habitam em áreas cercadas, ou pelo regime ou pela oposição, de acordo com dados da ONU.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos