Magnata Donald Trump não poderá usar avião pessoal por licença expirada

Washington, 20 abr (EFE).- O pré-candidato republicano à presidência dos EUA Donald Trump não poderá seguir usando o principal avião com o qual voou até agora ao longo da campanha, de sua propriedade, porque a licença da aeronave expirou, informou nesta quarta-feira a Administração Federal de Aviação (FAA) de EUA

O Cessna 750 Citation X, projetado para transportar oito pessoas e suficientemente pequeno para ter permissão para aterrissar em aeroportos de localidades sem grandes infraestruturas como Sioux City (Iowa) e Jackson (Mississipi), está com a licença expirada desde 31 de janeiro.

Apesar disso, Trump seguiu viajando na aeronave em múltiplas ocasiões, sendo a mais recentes na segunda-feira passada, quando foi do nova-iorquino aeroporto de La Guardia à cidade de Búfalo (Nova York) para dar um comício antes das primárias nesse estado.

Em comunicado, a FAA indicou que seus inspetores entraram em contato no dia 1 de março com o piloto-chefe da aeronave para informar sobre a expiração do registro e que este está trabalhando com a organização para voltar a registrar o aparelho antes de realizar qualquer novo voo.

Embora Trump também possua um Boeing 757, o Cessna 750 Citation X é o que mais usou até agora por seu reduzido tamanho que lhe permite operar em toda classe de aeroportos.

O magnata nova-iorquino também possui três helicópteros Sikorsky. EFE

arc/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos