Supremo adia decisão sobre nomeação de Lula como ministro

Brasília, 20 abr (EFE).- O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira adiar a discussão sobre a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil de Dilma Rousseff, anunciado em março e suspenso por uma liminar.

O juiz Teori Zavascki propôs deixar a discussão para outra data, devido a que tem em suas mãos denúncias contra Lula sobre as quais a corte ainda não se pronunciou, o que foi respaldado pelos demais magistrados.

Desse modo, Lula continuará sem saber se poderá assumir como ministro no governo de Dilma, que no momento enfrenta um processo de impeachment no Senado.

Lula foi nomeado ministro da Casa Civil no dia 16 de março e chegou a assumir o cargo um dia depois, mas um terremoto político e uma chuva de medidas cautelares deixaram sem efeito sua nomeação e sua posterior posse.

O Supremo tinha previsto se pronunciar hoje sobre o assunto, mas as dúvidas levantadas por Zavascki postergaram a decisão para uma data que será definida em breve pelo órgão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos