Dilma viaja para Nova York para denunciar na ONU que sofre "golpe"

Brasília, 20 abr (EFE).- A presidente Dilma Rousseff decolou nesta quinta-feira rumo a Nova York com o propósito de levar à Organização das Nações Unidas (ONU) amanhã sua denúncia de que sofre uma tentativa de "golpe" de Estado.

O avião presidencial partiu de Brasília por volta das 10h20, com quase uma hora de atraso na programação inicial, e chegará a Nova York à noite, de acordo com fontes oficiais.

A viagem coincide com a assinatura do Acordo de Paris sobre Mudança Climática, cujas negociações o Brasil participou ativamente.

Na ocasião ela irá expor a sua visão da crise vivida pelo país e as questões sobre seu mandato, que está seriamente ameaçado. Fontes ligadas à Presidência disseram à Agência Efe que uma das intenções da presidente é aproveitar o discurso na ONU e a presença de dezenas de chefes de Estado e de governo para denunciar as intenções "golpistas" que percebe atrás do processo que pode levá-la ao impeachment.

Dilma volta ao Brasil no sábado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos