Polícia indiana vai prender quem fizer selfies na frente de trens

Nova Délhi, 21 abr (EFE).- A Polícia do distrito de Agra, no norte da Índia, informou nesta quinta-feira que deterá por "tentativa de suicídio" quem fizer selfies na frente de trens, depois que três jovens morreram na sexta-feira passada enquanto tiravam fotos nos trilhos de uma ferrovia de uma cidade próxima.

"Se alguém tentar tirar uma selfie na plataforma da estação ou nas vias quando o trem estiver vindo, é como um suicídio e essa pessoa será detida sob a seção 309 (do Código Penal) por tentativa de suicídio", disse à Agência Efe o vice-superintendente da Polícia de Ferrovias de Agra, Raj Kumar Gautam.

A seção 309 contempla penas de prisão de até um ano, além de multa.

O policial de Agra, onde fica o mausoléu Taj Mahal, um dos monumentos mais visitados do mundo, advertiu que este tipo de comportamento nas estações de trem não só "põem em perigo" a vida do infrator, mas também a de "outros".

"Aconteceram alguns casos de pessoas que morreram tentando tirar selfies em vias e plataformas", lembrou.

No último destes casos, dois jovens morreram há uma semana na cidade de Mirzapour, no estado de Uttar Pradesh, enquanto tiravam fotos quando um trem passava.

Dois deles morreram enquanto tentavam se fotografar nas vias do trem com a locomotiva e um terceiro de 45 anos foi atropelado enquanto olhava a cena e também faleceu.

As estações, instalações e vias do sistema de ferrovias costumam ser facilmente acessíveis e têm pouca vigilância na Índia, o que gera um alto número de acidentes por ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos