Holandês é preso no Uruguai com mais de 15 mil pastilhas de droga sintética

Montevidéu, 23 abr (EFE).- Um cidadão holandês que levava 15.030 pastilhas de droga sintética foi detido neste sábado no Aeroporto Internacional de Montevidéu quando tentava entrar no país com os entorpecentes, informou o Ministério do Interior.

"Enquanto ainda acompanhamos as repercussões das mortes em uma festa de música eletrônica na Argentina, dois casos quase consecutivos de detenções (no Uruguai) de pessoas transportando pastilhas com destino à Argentina põem em alerta às autoridades uruguaias", explicou o comunicado do órgão.

Agora, a droga apreendida está sendo analisada para esclarecer se é do mesmo tipo que recentemente causou a morte de cinco jovens - um deles uruguaio - em uma grande festa em Buenos Aires.

O holandês tem 29 anos e vinha em um voo de Amsterdã com escala em Madri e carregava a droga no fundo falso de uma mala, segundo o Ministério do Interior. Ele está à disposição da Justiça uruguaia e às autoridades argentinas e holandesas já foram informadas do caso.

O destino dos entorpecentes era Buenos Aires e segundo o órgão, o homem tinha "instruções precisas para atravessar a Buenos Aires e ficar em um hotel" para, em seguida, entregar a mercadoria.

Em 20 de abril, o Ministério do Interior informou que um homem de nacionalidade belga foi detido no Aeroporto de Montevidéu vindo de Madri e que em sua bagagem foram encontradas 21.436 pastilhas de metanfetamina. Da mesma forma que no caso do holandês preso hoje, o destino da mercadoria que o cidadão belga transportava também era Buenos Aires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos