Ataques do regime e dos rebeldes em Aleppo deixam 10 civis mortos

Cairo, 24 abr (EFE).- Pelo menos dez civis morreram neste domingo em ataques dos rebeldes e em bombardeios aéreos do regime sírio em zonas da cidade síria de Aleppo, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Ao todo, seis pessoas, entre elas duas irmãs menores de idade e uma mulher, morreram em ataques de facções insurgentes e islamitas nos bairros de Manian, Novo Aleppo e Al Mokambo, sob o controle do governo sírio. Enquanto, uma criança, duas mulheres e um homem faleceram em bombardeios da aviação síria em Al Marsha e Al Muasalat, também situadas em Aleppo, capital da província homônima.

Ontem, pelo menos dez pessoas morreram, entre elas um menor, em bombardeios da aviação militar no bairro de Al Bab, também em Aleppo.

Por outra lado, o chefe militar do Ahrar al-Sham, Majid Hussain Sadiq, morreu ontem à noite junto a três membros do grupo em um ataque suicida no noroeste da Síria, informou o Observatório.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos