Exército turco mata 13 jihadistas do EI na Síria

Ancara, 27 abr (EFE).- O Exército turco matou 13 jihadistas do Estado Islâmico (EI) na Síria em um ataque com fogo de artilharia que destruiu um edifício desse grupo terrorista, informou nesta quarta-feira a agência de notícias "Dogan".

O ataque aconteceu na terça-feira na cidade de Duvaybik, situada a 12 quilômetros da fronteira entre Síria e Turquia, acrescentou a agência privada que cita fontes militares turcas.

Meios de comunicação locais tinham informado na terça-feira sobre a destruição de duas plataformas lança-mísseis do EI em uma operação do Exército turco, na qual teriam morrido 11 guerrilheiros.

Além disso, hoje informou sobre a destruição do edifício de três locais utilizado também pelo EI, incluídos 150 foguetes Katyusha que estavam no porão.

Segundo a fonte, nesse edifício estavam os 13 guerrilheiros mortos, junto com outros sete que ficaram feridos, e o número total de jihadistas mortos na operação é de 24.

O EI controla Duvaybik, a 26 quilômetros da cidade turca de Kilis, que foi alvo de vários projéteis lançados pelos terroristas desde Síria que mataram, neste ano, 17 pessoas, além de ferir mais de 60.

O Exército turco reforçou seu desdobramento nas cercanias da cidade fronteiriça, de 75 mil habitantes e na qual se refugiaram milhares de sírios que fogem da guerra em seu país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos