Kerry chega a Genebra para se reunir com mediador ONU e aliados na região

Genebra, 1 mai (EFE).- O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, chegou neste domingo a Genebra em uma tentativa de restabelecer a cessação de hostilidades na Síria e relançar o processo de paz.

Kerry já está no Hotel Wilson da cidade suíça, onde nesta noite se reunirá com o ministro das Relações Exteriores da Jordânia, Nasser Judeh. Além de ser um dos principais aliados americanos na região, a Jordânia acolhe quase um milhão de refugiados sírios.

A previsão é que Kerry se reúna amanhã com o colega saudita, Adel al-Jubeir, outro de seus principais aliados no Oriente Médio.

É em Riad que se reúne a Coalizão Suprema para as Negociações, (CNS) principal aliança opositora formada por políticos sírios no exílio e pelos grupos armados mais importantes.

O regime acusa a CSN de não representar os interesses do povo sírio, mas de ser uma mera marionete de Riad. A CSN, no entanto, é a principal interlocutora de Staffan de Mistura, o mediador da ONU, com o qual Kerry se encontrará na manhã de segunda-feira.

A situação não poderia ser mais urgente, com o cessar-fogo em vigor por um fio após uma ofensiva militar do exército em Aleppo - principal cidade no norte do país - e a consequente resposta dos grupos armados que deixou um rastro de morte.

Em ligações a De Mistura e ao coordenador da CNS, Riyad Hiyab, Kerry compartilhou sua preocupação pela deterioração da situação e por sua convicção de que foi o regime, e não grupos terroristas, que lideraram a ofensiva em Aleppo.

A expectativa da reunião com De Mistura os dois diplomatas é que Kerry aprofunde sua análise e debata os possíveis caminhos para melhorar a situação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos