Ataques em várias partes de Aleppo deixam pelo menos 14 mortos

(Atualiza número de mortos)

Damasco, 3 mai (EFE).- Pelo menos 14 pessoas morreram nesta terça-feira na cidade síria de Aleppo (norte) pelo disparo de foguetes de grupos armados contra distintas partes da população sob o controle das autoridades, entre elas um hospital.

Segundo informou a Chefia da Polícia à agência de notícias oficial "Sana", pelo menos 11 civis perderam a vida e 37 ficaram feridos pelo lançamento de 65 projéteis por parte da Frente al Nusra, filial síria da Al Qaeda, e outras facções contra vários distritos residenciais de Aleppo.

Os agressores abriram fogo contra a rua Al Nil e os bairros de Al-Khalediya, Al Mokambo, Al Sabil e as imediações da mesquita de Al Rahman.

Além disso, três mulheres morreram e outras 17 pessoas ficaram feridas pelo impacto de foguetes contra o hospital de Al Dabit, na área de Al Muhafaza, sob domínio governamental.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos elevou a 19 mortos, entre eles três menores, e 80 feridos o número de vítimas em todos esses ataques.

Aleppo, a maior cidade do norte da Síria, sofre uma onda de violência há mais de uma semana, que pôs em perigo o futuro da trégua declarada em fevereiro em todo o território sírio.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, declarou hoje que dentro de algumas horas pode ser anunciada uma cessação de hostilidades em Aleppo, depois de se reunir com o mediador da ONU Staffan de Mistura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos