Primeiro-ministro confirma que Austrália realizará eleições em 2 de julho

Sydney (Austrália), 4 mai (EFE).- O primeiro-ministro da Austrália, Malcom Turnbull, confirmou nesta quarta-feira (data local) que convocará eleições gerais para o dia 2 de julho, horas depois que a coalizão conservadora governante apresentou o novo orçamento.

"Não terão que esperar muito. O parlamento se dissolverá e as eleições serão convocadas antes de 11 de maio. As eleições acontecerão em 2 de julho", disse Turnbull à emissora de televisão "Nine Network".

O governo australiano anunciou ontem à noite o novo orçamento, que busca favorecer às pequenas e médias empresas, e com o qual espera melhorar sua expectativa de voto no próximo pleito, no qual concorrerá com o Partido Trabalhista.

"Estamos transformando com sucesso nossa economia, de uma que se aproveitava do auge econômico e da construção para uma que tem mais empregos, empregos mais diversos, e que se baseia nas vantagens dos mercados abertos na Ásia", destacou Turnbull.

A isso se soma "a agenda em inovação, os investimentos na indústria de defesa, e os incentivos no orçamento para os negócios e as empresas para seguir em frente e investir", ressaltou o premiê.

Desde 2010, o cargo de primeiro-ministro da Austrália foi ocupado pelos trabalhistas Kevin Rudd e Julia Gillard e pelos conservadores Tony Abbott e Turnbull, sem que nenhum deles tenha completado um mandato inteiro devido a reviravoltas no seio de seus próprios partidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos