Brasil e Irã enviam ajuda para afetados por terremoto no Equador

Quito, 4 mai (EFE).- O Equador recebeu novas cargas de ajuda humanitárias enviadas pelos governos do Brasil e do Irã para os afetados pelo terremoto de magnitude 7,8 na escala Richter que castigou em abril a costa norte do país, informou nesta quarta-feira a chancelaria equatoriana.

O Brasil enviou uma carga de 600.000 unidades de imunoglobulina antitetânica (2.400 frascos), seis kits de emergência com remédios e outros elementos básicos para dar assistência em saúde.

A ajuda servirá para atender as necessidades que surjam entre os cerca de 12.500 feridos e 25.000 pessoas em situação de calamidade deixadas pelo terremoto.

Segundo números oficiais, o desastre causou a morte de 660 pessoas e outras 20 estão desaparecidas, enquanto 28.439 se encontram em albergues.

Segundo um comunicado da chancelaria, a embaixada do Equador no Brasil abriu uma conta no Banco do Brasil para canalizar doações da sociedade civil, do setor empresarial e da comunidade equatoriana residente nesse país.

Do Irã foram recebidos 600 kits de cama que incluem colchões semiortopédicos, protetores contra ácaros, lençóis e travesseiros, além de 200 cestas alimentícias, 4.000 litros de água e 200 pacotes com artigos de higiene pessoal.

A ajuda, segundo a chancelaria, servirá para melhorar as condições de vida de sobreviventes do terremoto que perderam suas casas e estejam em albergues.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos