Marrocos condena 2 homens a morte por estuprar e matar menina de 7 anos

Rabat, 4 mai (EFE).- Um tribunal da cidade de El Jadida, no sul do Marrocos, condenou nesta quarta-feira dois homens a morte por terem sequestrado, estuprado e matado uma menina de 7 anos, informou o site "eljadidanews".

O crime ocorreu no fim do ano passado, quando a menina desapareceu da casa de sua avó na aldeia de Douar Lachab, onde vivia com sua mãe, separada de seu marido. O corpo da criança foi encontrado dias depois dentro de um poço, com sinais de estupro antes da morte.

O jornal "Al Massea" afirmou, por sua vez, que um dos condenados pelo tribunal de El Jadida é meio irmão da vítima.

Apesar de não executar nenhum réu desde 1993, a pena de morte segue vigente na legislação do Marrocos. Nos últimos anos, ela tem sido aplicada apenas em casos de terrorismo ou em crimes contra crianças, por serem os de maior reprovação social.

Atualmente há cerca de 120 condenados a pena capital no "corredor da morte" marroquino à espera da execução.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos