Mais famílias são retiradas de casa no Canadá por incêndio florestal

Toronto (Canadá), 5 mai (EFE).- As autoridades canadenses ampliaram a ordem de evacuação no noroeste do país por causa da intensidade de um incêndio florestal, que já obrigou a cerca de 90 mil pessoas a deixarem suas casas na província de Alberta.

A nova ordem de evacuação afeta comunidades ao sul de Fort McMurray, cidade de 70 mil habitantes que foi totalmente evacuada na terça-feira, quando as chamas avançaram em direção ao sudoeste da cidade.

As chamas também obrigaram à suspensão todos os voos comerciais no aeroporto internacional de Fort McMurray.

O incêndio florestal continua hoje fora de controle, alimentado pelas incomuns altas temperaturas registradas na região e os fortes ventos, com sequências de até 30 km/h.

O governo da província de Alberta declarou na noite de quarta-feira estado de emergência na região de Fort McMurray, que nas últimas horas ficou isolada pelas chamas, que estão bloqueando o acesso à cidade através da estrada.

Nas próximas horas é esperada a chegada em Alberta de bombeiros e equipes vindas do resto do país para se unir aos 250 bombeiros, 12 helicópteros e 17 aviões que estão combatendo nestes momentos as chamas.

Por enquanto, as autoridades não têm ciência de que o incêndio tenha causado vítimas mortais ou feridos graves.

Os últimos dados indicam que 1.600 estruturas em Fort McMurray e arredores ficaram destruídas pelas chamas.

Pelo menos um dos bairros vizinhos, Beacon Hill, ficou quase totalmente destruído, mas o centro da cidade ainda está fora do alcance do fogo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos