Independentistas vencem na Escócia, mas perdem maioria absoluta

Londres, 6 mai (EFE).- O Partido Nacionalista Escocês (SNP) ganhou as eleições autônomas da quinta-feira, ao ficar com 63 das 129 cadeiras em disputa, embora tenha perdido a maioria absoluta, segundo os resultados oficiais divulgados hoje.

Os conservadores se confirmaram como maior partido da oposição no Parlamento de Edimburgo, com 31 cadeiras (16 mais que os obtidos nas eleições de 2011), em detrimento do Partido Trabalhista, que ficou relegado à terceira maior força parlamentar com 24 deputados, o que significa uma perde de 13.

Com uma participação de 55,6%, de um eleitorado de 4 milhões de pessoas, o SNP obteve 46,5% dos votos, contra 22,6% dos trabalhistas (que perderam 9,2%) e 22% dos conservadores.

A líder independentista, Nicola Sturgeon, cuja legenda governava em maioria absoluta há cinco anos, disse que seu partido "fez história" ao conseguir seu terceiro mandato desde 2007 e se comprometeu a governar "para todos os escoceses".

Sturgeon, que concorreu pela primeira vez como líder do partido, afirmou se sentir "muito honrada" de ter contado com o apoio do eleitorado, apesar de o SNP ter perdido seis dos deputados que ganhou em 2011.

Os grandes vencedores destas eleições são também os "tories" (conservadores) da carismática Ruth Davidson, que pela primeira vez na história recente do Reino Unido conseguem uma destacada presença no Parlamento escocês.

O primeiro-ministro do Reino Unido, o conservador David Cameron, parabenizou Davidson, cuja vitória alavanca em nível nacional os "tories", que foram menos beneficiados nas eleições municipais realizadas também ontem na Inglaterra.

Como se previa, o Partido Trabalhista, liderado na Escócia por Kezia Dugdale, sofreu um duro golpe na região, como já aconteceu nas eleições gerais britânicas de maio de 2015, o que abrirá caminho para o líder nacional, Jeremy Corbyn.

Com sua grande maioria, o SNP consolidou o espetacular avanço que conseguiu nas eleições gerais de 2015, quando se tornou a terceira maior força parlamentar do Reino Unido, com 56 das 59 cadeiras que correspondem à Escócia na Câmara dos Comuns.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos