Trabalhistas mantém domínio, mas sem maioria, em parlamento do País de Gales

Londres, 6 mai (EFE).- O Partido Trabalhista manteve seu domínio no País de Gales, com 29 cadeiras, enquanto o eurofóbico UKIP alcançou pela primeira vez sete, segundo o resultado das eleições autônomas realizadas nesta quinta-feira no Reino Unido.

Os trabalhistas galeses, liderados por Carwyn Jones, voltarão à Assembleia galesa com 29 deputados - dos 60 que havia em disputa, após perder apenas uma e se manterem como o partido mais votado.

A duas cadeiras da maioria absoluta, é provável, segundo a imprensa local, que o Partido Trabalhista continue governando em minoria, solicitando o apoio concreto de outros partidos em questões específicas.

Com os resultados definitivos no País de Gales, os nacionalistas do Plaid Cymru - o segundo partido mais votado - ganharam uma cadeira e somam 12, enquanto os conservadores perderam 3 e ficaram com 11.

Após a apuração, o que mais chamou a atenção foi o notável avanço do eurofóbico e xenófobo Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), que entrará na Assembleia de Gales pela primeira vez com sete deputados.

Atrás do UKIP ficaram os liberal-democratas galeses, com apenas uma cadeira, e nem o partido independente nem os Verdes galeses obtiveram nenhum assento.

A apuração se desenvolveu muito lentamente, pois cada um dos distritos eleitorais faz sua própria apuração manualmente, sem um sistema centralizado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos