Combates na Caxemira indiana deixam um soldado e 3 insurgentes mortos

Nova Délhi, 7 mai (EFE).- Um soldado e três supostos insurgentes morreram em enfrentamentos na Caxemira indiana, perto da Linha de Controle (LoC), a fronteira provisória com o Paquistão, país que reivindica esta região, informaram fontes oficiais neste sábado.

Os três insurgentes morreram em um tiroteio com forças indianas na primeira hora de hoje na aldeia de Panzgam, no distrito de Pulwama, informou à Agência Efe uma fonte da polícia local que pediu o anonimato.

Os mortos pertenciam ao grupo separatista Hizbul Mujahideen e tinham sido cercados por forças especiais, com quem iniciaram uma troca de tiros por volta das 3h30 (19h de sexta-feira em Brasília), segundo a agência indiana "Ians".

Um soldado morreu no distrito de Kupwara na noite passada em outro enfrentamento entre o exército indiano e um grupo de insurgentes que tentou atravessar sem sucesso a Linha de Controle.

A Índia acusou várias vezes o Paquistão de permitir a entrada na Caxemira indiana de insurgentes armados para fomentar as aspirações separatistas desta região, cujo território é disputado pelos dois países.

As duas nações tiveram várias guerras por este território, separado por uma fronteira provisória que divide as duas Caxemiras, na que é uma das zonas mais militarizadas do mundo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos