Atentado com carro-bomba em Mogadíscio deixa pelo menos 5 mortos e 11 feridos

Mogadíscio, 9 mai (EFE).- Pelo menos cinco pessoas morreram e 11 ficaram feridas em um atentado com carro-bomba perpetrado diante da delegacia central da Polícia de Tráfico de Mogadíscio, informaram nesta segunda-feira à Agência Efe fontes das forças de segurança.

O atentado, no qual também morreram um terrorista suicida e um cúmplice, foi reivindicado pelo grupo islamita radical Al Shabab, que há anos luta contra o governo somali e as tropas da Missão da União Africana (AMISOM).

O carro-bomba foi detonado diante da porta principal da delegacia e a explosão matou três policiais e dois civis, enquanto um segundo terrorista que pretendia aproveitar a confusão para entrar no recinto foi morto.

Al Shabab combina atentados indiscriminados contra edifícios governamentais ou zonas de lazer com ataques coordenados a bases militares nos quais aproveitam para conseguir provisões e munição.

Há poucos dias, pelo menos 28 soldados somalis morreram em um ataque do grupo terrorista na cidade de Runir-good, ao nordeste de Mogadíscio, enquanto no final de março outros 35 soldados morreram em um ataque perpetrado contra uma base próxima à capital.

A milícia islamita Al Shabab anunciou em 2012 sua adesão formal à Al Qaeda e sua luta por instaurar um Estado islâmico wahhabista na Somália, onde controla grandes extensões de território no sul e o centro do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos