Incêndio no Canadá destruiu mais de 10% da cidade de Fort McMurray

Toronto (Canadá), 9 mai (EFE).- Mais de 10% da cidade de Fort McMurray, que na semana passada foi evacuada ao ficar cercada por um grande incêndio florestal, ficou destruída pelas chamas, informaram nesta segunda-feira as autoridades do Canadá.

A primeira-ministra da província de Alberta, Rachel Notley, explicou hoje, após visitar a cidade, que Fort McMurray ainda "não é segura" para permitir o retorno dos 70 mil habitantes, mas garantiu que "vai ficar segura".

Notley percorreu a cidade, no noroeste do país, em um comboio junto com veículos de imprensa, escoltado pela polícia canadense.

A política expressou satisfação ao descobrir que o dano causado pelo incêndio é menor que o esperado, mas pediu paciência às pessoas deslocadas e pediu que não tentem retornar a suas residências.

"Não quero que percorram centenas de quilômetros para chegar às barreiras da polícia e tenham de dar a volta", afirmou Notley, que destacou que os rescaldos que ainda existem em Fort McMurray podem iniciar incêndios e que os principais serviços, como fornecimento de água e gás, ainda não operam.

O ritmo de crescimento do incêndio diminuiu nas últimas horas graças à chegada de uma frente polar que reduziu as temperaturas na região.

Apesar disso, o incêndio alcançou hoje uma superfície de 204 mil hectares e avança rumo ao leste da província de Alberta, em direção a povoados e locais de extração de petróleo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos