Jornalista da BBC é expulso da Coreia do Norte

Pyongyang

O jornalista da BBC Rupert Wingfield-Hayes foi expulso nesta segunda-feira (9) da Coreia do Norte, onde cobria o VII Congresso do Partido dos Trabalhadores, informaram fontes da emissora pública britânica.

As autoridades norte-coreanas anunciaram hoje a expulsão e alegaram que sua cobertura estava sendo "pouco respeitosa", por isso que nunca mais poderá voltar ao país.

O jornalista, que entrou no país no dia 29 de abril, foi detido quando estava saindo de Pyongyang na sexta-feira passada, 6 de maio, e permaneceu retido até hoje em um hotel da capital.

Wingfield-Hayes, que trabalha habitualmente como correspondente em Tóquio, deixará hoje a Coreia do Norte.

Cerca de 130 jornalistas estrangeiros estão em Pyongyang cobrindo o Congresso do Partido dos Trabalhadores, realizado pela primeira vez em 36 anos e que deve terminar nesta segunda-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos