Libertado filho de ex-premiê paquistanês, sequestrado há 3 anos

Islamabad, 10 mai (EFE).- O filho do ex-primeiro-ministro Paquistão Yousef Raza Gilani, sequestrado há três anos, foi libertado nesta terça-feira em uma operação conjunta dos Estados Unidos e do Afeganistão em território afegão, informaram fontes oficiais.

"Ali Haider Gilani, filho de Yousef Raza Gilani, ex-primeiro- ministro do Paquistão, foi libertado hoje em uma operação conjunta de forças afegãs e americanas na província de Ghazni, Afeganistão", afirmou o Ministerio das Relações Exteriores paquistanês.

O embaixador afegão em Islamabad, Omar Zakhilwal, indicou em sua página no Facebook que Haider Gilani era refém de um grupo filiado à Al Qaeda, que seu estado de saúde é bom e que em breve será repatriado.

A libertação foi recebida com grande alegria pelos parentes de Gilani, que não puderam conter a emoção pela notícia, mostrou a televisão paquistanesa.

Haider Gilani foi sequestrado em 9 de maio de 2013 na cidade de Multam, quando fazia campanha para as eleições gerais desse ano, em que era candidato.

Um grupo de homens armados chegou ao local em que o Partido Popular do Paquistão (PPP) realizava o comício e abriram fogo contra os presentes, matando duas pessoas, entre elas um ajudante próximo do candidato sequestrado, e uma dezena de feridos.

Algumas testemunhas relataram à imprensa que Haider Gilani também foi baleado e que sangrava quando foi levado por seus sequestradores.

Raza Gilani foi primeiro-ministro entre 2008 e abril de 2012, quando deixou o cargo a pedido do Tribunal Supremo por não reabrir um caso de corrupção contra o presidente de seu partido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos