Rainha Elizabeth é gravada chamando funcionários chineses de "grosseiros"

Londres, 11 mai (EFE).- A rainha Elizabeth II foi gravada dizendo que funcionários chineses foram "muito grosseiros" durante a visita de Estado feita pelo presidente do país, Xi Jinping, a Londres em 2015, informou nesta quarta-feira a imprensa local.

A monarca, caracterizada por ser reservada, conversava ontem com a comandante de Polícia Lucy D'Orsi, responsável por supervisionar a segurança da visita de Xi, durante uma recepção nos jardins do Palácio de Buckingham, como parte das celebrações por seus 90 anos, quando foi gravada pela transmissão oficial do evento.

"Foram muito grosseiros com o embaixador (britânico na China), não?", disse Elizabeth II, comentário divulgado hoje pela imprensa.

Em resposta à declaração da rainha, D'Orsi afirma que os chineses foram "grosseiros" e "pouco diplomáticos" ao se retirarem de uma reunião. Elizabeth concorda e reitera: "Incrível".

Diante da divulgação dos comentários pela imprensa, um porta-voz do Palácio de Buckingham afirmou que a visita de Xi foi "um grande sucesso" e que não comentará as "conversas privadas da rainha".

Não é a primeira vez que um incidente desse tipo ocorre com Elizabeth II. Em 2014, poucos dias antes do referendo sobre a independência da Escócia, durante um compromisso oficial, a rainha pediu a um grupo de britânicos que pensasse "muito cuidadosamente sobre o futuro", o que foi interpretado como um apoio à permanência do país no Reino Unido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos