Trump planeja comissão para revisar controversas políticas migratórias

Nova York, 11 mai (EFE).- O aspirante presidencial republicano Donald Trump disse nesta quarta-feira que estuda criar uma comissão que se encarregue de revisar algumas de suas políticas migratórias que causaram grande controvérsia como vetar a entrada de muçulmanos aos Estados Unidos.

"Temos que ser muito cuidadosos. De fato, estou pensando em iniciar uma comissão (...) para que se ocupe muito seriamente deste problema. É um problema em nível mundial e temos que ser inteligentes", afirmou Trump ao canal de televisão "Fox News".

O magnata americano garantiu na mesma entrevista que está considerando a possibilidade de pôr à frente dessa comissão o republicano Rudolph Giuliani, que foi prefeito de Nova York quando os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.

Em dezembro passado, o candidato republicano provocou uma onda de críticas após propor vetar temporariamente a entrada de todos os muçulmanos ao país como resposta à ameaça do terrorismo jihadista.

"É um veto temporário", insistiu hoje Trump, que não esclareceu à "Fox News" se proporia criar essa comissão caso chegasse à Casa Branca depois das eleições de novembro ou durante o que resta de campanha presidencial.

O magnata explicou que essa comissão também se encarregaria de revisar outras de suas propostas em matéria migratória como a deportação de todos os imigrantes ilegais ou o veto aos refugiados sírios.

"O muro é o muro. O povo quer esse muro. As drogas seguem entrando no país, portanto vai ser construído e o México vai pagar", afirmou Trump sobre outra de suas propostas, a de construir um muro na fronteira entre Estados Unidos e México.

O magnata nova-iorquino se transformou na semana passada no candidato virtual republicano para as presidenciais de novembro depois que seus dois principais rivais, o governador John Kasich e o senador Ted Cruz, desistiram da disputa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos