Volkswagen quer isentar junta diretora de responsabilidade por manipulação

Frankfurt (Alemanha), 11 mai (EFE). - A Volkswagen que isentar toda a junta diretora de responsabilidade no escândalo de manipulação das emissões de gases em motores a diesel.

A montadora alemã informou nesta quarta-feira que não vê sinais de que houve responsabilidade dos membros da junta diretora e quer isentá-los pelo ano de 2015 na próxima reunião geral de acionistas, marcada para ocorrer no próximo dia 22 de junho.

O conselho de supervisão e a junta diretora da Volkswagen acrescentaram que esta proposta está condicionada a até essa data não surgirem novos fatos relacionados à manipulação.

"A base para esta recomendação são as informações disponíveis da ampla investigação do escritório de advocacia americano Jones Day sobre o assunto do diesel, que ainda não terminou", disse hoje a Volkswagen em comunicado.

A companhia alemã considerou provado que os atuais e antigos membros da junta diretora não descumpriram suas obrigações de acordo com os conhecimentos que eles tinham na época.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos