Argentina espera que "processo institucional" consolide democracia no Brasil

Buenos Aires, 12 mai (EFE).- O governo da Argentina afirmou nesta quinta-feira que "respeita o processo institucional" que está acontecendo no Brasil, depois que o Senado aprovou o julgamento político contra a presidente Dilma Rousseff, e disse confiar que o "desenlace" da situação "consolide a "solidez" da democracia no país.

Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores da Argentina afirmou que o Executivo liderado por Mauricio Macri "continuará dialogando com as autoridades constituídas a fim de seguir avançando com o processo de integração bilateral e regional".

"Perante os fatos registrados no Brasil, o governo argentino manifesta que respeita o processo institucional que está se desenvolvendo e confia que o desenlace da situação consolide a solidez da democracia brasileira", destacou o texto.

Pouco depois, em uma entrevista à emissora de televisão pública argentina, o chefe de gabinete do governo, Marcos Peña, expressou seu desejo de que "esta discussão política complexa se resolva da melhor maneira possível".

"O Brasil é nosso vizinho, um país irmão e principal aliado estratégico nos âmbitos político, econômico e cultural, e tudo que acontece ali tem uma grande transcendência para todos nós", disse Peña.

Pouco depois, Peña ressaltou em entrevista coletiva que o governo argentino vê "com preocupação a crise política que o Brasil está vivendo", mas que o Executivo liderado por Mauricio Macri entende "que este processo está acontecendo dentro do marco institucional das leis brasileiras".

"Somos muito respeitosos do processo institucional. Perante as opiniões que cada um possa ter sobre como se deu este processo, consideramos que hoje o papel da Argentina é o da prudência", comentou.

"Não nos corresponde julgar esse processo, mas, em todo caso, seguir trabalhando com o Brasil como viemos trabalhando até ontem", acrescentou o chefe de gabinete.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos