Keiko e Kuczynski continuam empatados a menos de 1 mês do 2º turno no Peru

Lima, 12 mai (EFE).- A menos de um mês para o segundo turno das eleições presidenciais no Peru, os candidatos Keiko Fujimori e Pedro Pablo Kuczynski continuam empatados com 50% das intenções de voto, de acordo com o último simulacro de votação publicado nesta quinta-feira em Lima.

A empresa Datum Internacional realizou um simulacro de votação, no qual ambos os candidatos têm 42,3% do total de votos, com 9,9% de brancos e 5,5% de nulos.

Se for levado em conta o total de votos válidos, os candidatos da Força Popular e Peruanos Por el Kambio (trocadilho com o termo 'mudança' em espanhol, mas com 'K' de Kuczynski) dividem a votação com 50% para cada um, de acordo com o estudo publicado pelo jornal "Gestión".

Ao consultar as intenções de voto dos eleitores, Keiko obtém 41,9%, enquanto Kuczynski 41,6%, o voto branco e nulo 12,2% e os indecisos 4,3%.

Além disso, 44% considera que a filha do ex-presidente Alberto Fujimori (1990-2000) ganhará as eleições, contra 42% de quem acha que o ex-ministro da Economia do ex-presidente Alejandro Toledo (2001-2006).

Na análise da pesquisa foi confirmado que Keiko tem sua votação mais baixa no sul do país (29,1%), razão pela qual a candidata iniciou nesta quarta-feira uma extensa viagem por essa região, enquanto Kuczynski deveria buscar mais votos no norte, onde tem 34,8% de apoio.

O simulacro e a pesquisa da Datum foram aplicados entre os dias 6 e 10 de maio em uma amostra de 1.200 pessoas em nível nacional, com uma margem de erro de 2,8% e um nível de confiança de 95%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos