Paraguai afirma que respeita decisões institucionais do Brasil

(Atualiza com comunicado da Chancelaria).

Assunção, 12 mai (EFE).- O chanceler do Paraguai, Eladio Loizaga, disse nesta quinta-feira que o governo paraguaio respeita "as decisões institucionais" do Brasil, ao se referir ao afastamento da presidente Dilma Rousseff após o Senado votar a favor da admissão do processo de impeachment contra a petista.

"Respeitamos as decisões institucionais da República Federativa do Brasil", declarou Loizaga após presidir um ato realizado na sede da Chancelaria, em Assunção.

O diplomata indicou que essa postura parte do princípio respeitado pelo governo paraguaio de "não intervenção nos assuntos internos de outros Estados".

"A posição do Paraguai é não interferir em questões internas de outros Estados, assim como não queremos e não quisemos que se introduzissem em um momento dado aqui", explicou o chanceler.

Em comunicado, a Chancelaria paraguaia afirmou que prosseguirá com normalidade as relações com a "irmã República Federativa do Brasil, como parceiro estratégico no processo de integração bilateral, regional e multilateral".

Em 2012, o Mercosul suspendeu o Paraguai após a destituição do presidente Fernando Lugo por meio de um julgamento parlamentar. A queda de Lugo foi considerada uma "alteração da ordem democrática" pelo Mercosul, formado por Brasil, Uruguai, Argentina, Venezuela e Paraguai.

O Senado brasileiro votou a favor da admissão do processo de impeachment contra Dilma Rousseff, que ficará afastada da presidência do país durante 180 dias e substituída de forma interina pelo vice-presidente, Michel Temer.

Caso seja considerada culpada pelo Senado por crime de responsabilidade, a petista será afastada de forma permanente e Temer governará até o fim do mandato, que se encerra em 2018.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos