Portugal afirma que cooperará com governo interino de Temer

Lisboa, 12 mai (EFE).- O ministro das Relações Exteriores de Portugal, Augusto Santos Silva, expressou nesta quinta-feira seu "respeito pelas decisões internas do Brasil" e anunciou sua cooperação com o novo gabinete de Michel Temer, que substituirá Dilma Rousseff na presidência do país.

"Respeitamos as decisões internas do Brasil e cooperaremos com o novo presidente brasileiro e seu governo da mesma forma leal e comprometida que colaboramos com o governo de Dilma Rousseff e os governos anteriores a esse", disse à imprensa Santos Silva depois de se reunir em Lisboa com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Temer assumiu hoje a presidência interina depois que o Senado aprovou o afastamento de Dilma por até 180 dias, período máximo para a conclusão do julgamento político ao qual ela será submetida na Casa.

"Se o Brasil passa por momentos difíceis, da ótica econômica e da estabilidade político-institucional, são nestes momentos que Portugal deve reafirmar, sem reservas, sua solidariedade", comentou o ministro das Relações Exteriores, que destacou que ambos são países "irmãos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos