Tempestades de raios matam 40 pesssoas em Bangladesh e Índia

Daca/Nova Délhi, 12 mai (EFE).- Pelo menos 40 pessoas morreram e um número indeterminado ficaram feridas nesta quinta-feira durante potentes tempestades de raios ocorridas em Bangladesh e no leste da Índia, informou a imprensa local de ambos os países.

Em Bangladesh, 32 pessoas morreram em 11 distritos diferentes, muitos deles situados na metade ocidental do território, perto da fronteira com o estado indiano de Bengala, segundo o portal "Bdndews24".

De acordo com o meio, que cita funcionários e oficiais da Polícia sem identificá-los, as regiões mais afetadas foram as de Siragjanganj, Pabna, Kishoreganj (norte) e Brahmanbaria (centro), todas com quatro mortos cada uma, salvo a primeira, com cinco.

Segundo informação enviada por correspondentes ao jornal "Daily Star", os relâmpagos mataram em Daca dois jovens estudantes, enquanto em outros lugares algumas das vítimas estavam jogando futebol ou eram camponeses que cultivavam suas terras.

Do outro lado da fronteira, pelo menos oito pessoas morreram no estado indiano de Bihar, no norte do país.

No distrito de Kishangan, cinco pessoas morreram, entre eles um pai e um filho, após serem atingidos por um raio na fábrica de tijolos na qual trabalhavam, disse um porta-voz do governo regional, Mohammad Shafique, ao jornal local "Indian Express".

As outras três mortes foram registradas na região administrativa de Katihar, situada da mesma forma que Kishangan na parte oriental do estado, próxima à fronteira com Bangladesh.

Segundo o periódico, um porta-voz da Administração local, Firoz Akhtar, entre os mortos estão duas crianças de oito e 11 anos, respectivamente, que brincavam em um bambuzal quando foram atingidos por um raio.

As tempestades de raios são frequentes em Bangladesh e Índia, onde nesta época os termômetros atingem as temperaturas mais altas do ano.

Boa parte da população de ambos os países, com grande densidade demográfica, vive em casas em precárias condições e inclusive frequentemente ao relento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos