Combate entre exército e milícia curda deixa 8 soldados mortos na Turquia

Istambul, 13 mai (EFE).- Oito soldados morreram nesta sexta-feira no sudeste da Turquia, seis em combate e dois na queda de um helicóptero durante uma operação contra a guerrilha curda do PKK, informou o Estado-Maior do exército turco.

O enfrentamento aconteceu em torno da 1h50 (22h50 de quinta-feira em Brasília) na cidade de Çukurca, muito perto da fronteira com o Iraque, na província de Hakkari.

Vários caças-bombardeiros do tipo F-16, helicópteros de ataque, aviões não tripulados e contingentes de reforços foram enviados à região, onde até o momento foram "neutralizados" (abatidos ou presoos) seis guerrilheiros, informou o Estado-Maior.

Durante os confrontos ente o exército e o Partido dos Trabalhadores de Curdistão (PKK), seis soldados morreram e oito ficaram feridos.

Pouco depois, um helicóptero militar do tipo Cobra, enviado à área do combate para intervir contra a guerrilha, caiu, "segundo se avalia, devido a uma falha técnica", afirmou o comunicado militar.

Os dois pilotos do helicóptero morreram no acidente, cujas circunstâncias ainda estão sendo investigadas.

A montanhosa província de Hakkari, na fronteira com Irã e Iraque, é local de frequentes combates entre o PKK e o Exército turco.

Desde que o governo e a guerrilha romperam, em julho, um cessar-fogo que tinha durado mais de dois anos, aproximadamente 380 militares e policiais morreram em combate.

O exército turco garante ter abatido no mesmo período cerca de 4.500 guerrilheiros na Turquia e no norte do Iraque, número impossível de ser verificado por outras fontes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos