Fortes chuvas já causaram 90 mortes na Etiópia

Adis-Abeba, 13 mai (EFE).- Pelo menos 90 pessoas morreram devido as fortes chuvas, seguidas de inundações e deslizamentos de terra, registradas nos últimos dias na Etiópia, onde mais de 86 mil pessoas tiveram que sair de suas casas "imediatamente", informaram as autoridades nesta sexta-feira.

O responsável pelo Centro de Risco e Desastres da Etiópia, Mitiku Kassa+, explicou que várias partes do sul do país já sofreram as consequências das intensas chuvas, e que cerca de 400 mil etíopes correm o risco de sofrer com novas inundações em breve.

Os últimos dados oficiais apontam 90 mortos, depois de na segunda-feira um deslizamento de terra em Wolayita, no sul, matar 41 pessoas.

"O governo da Etiópia formou um grupo de trabalho nacional no qual há membros do exército, de nosso Centro e do Ministério da Saúde, para enfrentar esta crise" explicou Kassa em entrevista coletiva.

Embora a região do Chifre da África esteja sofrendo a pior seca em décadas devido ao fenômeno climático do El Niño, os fortes chuvas fora de temporada causaram graves danos em todo o território etíope.

As fortes chuvas também estão dificultando o transporte de alimentos e ajuda humanitária a algumas das regiões afetadas pela seca.

Segundo dados do Unicef, a Etiópia está sofrendo sua pior seca em 30 anos e tem mais de oito milhões de pessoas vivendo em situação de insegurança alimentar, com mais de 350 mil crianças em risco de desnutrição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos