Meirelles antecipa que tomará importantes medidas econômicas de ajuste

Brasília, 12 mai (EFE).- O novo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, antecipou nesta sexta-feira que tomará "importantes" medidas econômicas "de ajuste" para sanar as maltratadas contas públicas, mas se recusou a realizar anúncios concretos.

O responsável econômico do governo liderado pelo presidente interino Michel Temer assegurou em sua primeira entrevista coletiva que tem "pressa" para "tomar as medidas necessárias" para corrigir o déficit fiscal e tirar o país da recessão.

No entanto, condicionou qualquer anúncio à necessidade de conhecer o "preciso" estado das contas deixadas por Dilma Rousseff, que foi afastada da presidência nesta quinta-feira, e ao "amadurecimento" destas medidas.

"O Brasil já enfrentou situações muito difíceis e agora estamos preparados para tomar as medidas necessárias. Mas temos que partir de uma base realista, para o que vamos olhar e auditar o que for necessário para dar um diagnóstico", disse o novo ministro da Fazenda.

Meirelles fixou como objetivo prioritário reduzir o "déficit fiscal" e "reverter" a tendência de crescimento da dívida pública, que atualmente é "insustentável", a fim de gerar confiança nos agentes econômicos.

Segundo o ministro, o processo de recuperação do crescimento da economia pode ser "rápido" se forem tomadas as "medidas corretas".

Meirelles ressaltou ainda que estas medidas devem ser "definitivas", razão pela qual antes de tomá-las se deve conhecer a real situação das finanças e também pactuá-las com o Congresso para garantir sua aprovação.

Embora tenha se negado a antecipar medidas concretas, garantiu que cogita estabelecer um teto para o gasto público e também admitiu a possibilidade de criar novos impostos, embora tenha salientado que seriam "temporários" enquanto se corrige o problema do déficit.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos