Partido do ex-presidente hondurenho Manuel Zelaya condena "golpe" no Brasil

Tegucigalpa, 13 mai (EFE).- O Partido Liberdade e Refundação (Libre), coordenado pelo ex-presidente hondurenho Manuel Zelaya, derrubado em 2009, sete meses antes de concluir seu mandato, condenou "energicamente o golpe de Estado parlamentar" contra a presidente Dilma Rousseff.

Em comunicado, assinado por Zelaya e divulgado nesta sexta-feira, o Libre também expressou que "apoia de forma solidária e militante o povo brasileiro e sua legítima presidente nestes infelizes momentos".

"As forças em defesa da democracia em nosso continente devemos alertar à comunidade internacional e nossos povos sobre a ofensiva conservadora na América Latina que pretende restaurar o modelo de despojo e saque com que reprimiram e empobreceram nossas nações por décadas", acrescentou a nota.

O partido hondurenho afirmou ainda que o povo brasileiro deve defender as conquistas socialistas e democráticas asseguradas pelos presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff "e derrotar contundentemente este arteiro golpe até as ultimas consequências".

Os brasileiros também devem "fazer uso de seu legítimo direito à defesa por meio do protesto público, até vencer a temporária vitória fascista-neoliberal no Brasil", ressaltou o comunicado.

O Libre destacou, além disso, que "deve cessar de forma imediata toda a monstruosa conspiração da direita internacional, inspirada, financiada e dirigida pelos falcões de Washington contra democracias socialistas na América Latina para instalar regimes servis a seus interesses".

"Exigimos a restituição imediata da presidente Dilma Rousseff", concluiu o comunicado do partido de Zelaya, que agora é deputado no parlamento hondurenho por essa legenda, que surgiu após o golpe de Estado de 28 de junho de 2009 quando o ex-governante promovia reformas políticas que a lei lhe impedia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos