UE amplia em um ano operação Sofia de luta contra máfias no Mediterrâneo

Bruxelas, 13 mai (EFE).- A União Europeia informou nesta sexta-feira que ampliou por um ano sua missão naval EUNavforMed "Sofia", lançada em junho de 2015 para combater as máfias que traficam imigrantes no Mediterrâneo central.

A chefe da diplomacia da UE, Federica Mogherini, anunciou a decisão em comunicado, no qual detalhou que a missão assumirá novas tarefas de apoio.

Sofia estará encarregada da criação de capacidade, da formação e da troca de informação com o Serviço de Guarda Costeira e com a Marinha da Líbia por causa de uma solicitação das autoridades líbias.

A operação também contribuirá para a troca de informação, assim como à aplicação do embargo de armas em frente à costa da Líbia, baseada em uma nova resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A decisão foi adotada nesta quinta-feira pelos embaixadores da UE no comitê Político e de Segurança e agora depende da aprovação do Conselho da UE.

"Estes desenvolvimentos são muito bem-vindos, dada a urgência da situação na Líbia", destacou Mogherini, que indicou que terá a oportunidade de discutir esta questão com o primeiro-ministro líbio em Viena na segunda-feira na conferência da Líbia convocada pelos Estados Unidos e pela Itália.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos