Briga diante de cemitério em Moscou termina com três mortos e 23 feridos

(atualiza número de vítimas)

Moscou, 14 mai (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram neste sábado e 23 ficaram feridas, quatro em estado grave, como resultado de uma briga em massa diante da entrada de um cemitério moscovita, que terminou com a detenção de mais de 90 envolvidos, informou o Departamento de Saúde da capital russa.

O fato aconteceu no cemitério Jovanskoye, ao sudeste de Moscou, onde, segundo fontes do Ministério do Interior, grupos de imigrantes, até 200 pessoas, protagonizaram uma briga em massa com o uso de pás, tacos de beisebol e, inclusive, armas de fogo.

De acordo com dados preliminares, o motivo do conflito foi a repartição entre imigrantes ilegais do trabalho no cemitério, o maior da capital russa, com uma superfície de quase 200 hectares.

"Os agentes da Polícia detiveram mais de 90 pessoas que foram transferidas a delegacia para esclarecer participação nos fatos", informou o escritório de imprensa de Departamento de Polícia de Moscou.

O chefe da Polícia de Moscou, general Anatoli Yakunin, que foi ao local do fato, garantiu que "as forças da ordem farão todo os possível para deter todos os participantes do conflito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos