Líbia reabre fronteira com a Tunísia, fechada pela instabilidade na zona

Túnis, 14 mai (EFE).- As autoridades líbias abriram neste sábado a passagem fronteiriça de Ras Jedir, fechada há mais de duas semanas pela instabilidade jihadista na zona e em particular na cidade vizinha tunisiana de Ben Guerdan.

Segundo o porta-voz da coordenadora de Segurança na cidade líbia de Zawara, Hafez Muamar, a decisão foi adotada após uma negociação e permitirá que os caminhões possam circular em ambos sentidos a partir da segunda-feira.

A situação começou a melhorar nesta semana após a reunião que mantiveram o presidente tunisiano, Beji Caid Essebsi, e o chefe do governo de unidade e do Conselho Presidencial designado pela ONU que o nomeou, Fayez al Serraj, nova autoridade em Trípoli, explicou a fonte.

Ambos acordaram a criação de um comitê conjunto que vigiará o trânsito em ambas as direções e tratará de impedir a grande atividade de contrabando de armas, pessoas e produtos que desenvolvem as diferentes máfias na região, acrescentou.

Na quarta-feira, centenas de comerciantes fecharam seus negócios em Ben Guerdan, capital do trânsito ilegal na Tunísia, em protesto pela prolongado fechamento de sua fronteira com a Líbia.

Fontes sindicais na cidade confirmaram à Agência Efe que a maior parte dos funcionários públicos e outros profissionais se somaram também à greve convocada pela seção regional do maior sindicato no país.

Um dia antes, a polícia tunisiana teve que intervir e utilizar gás lacrimogêneo para dispersar um esforço de manifestação violenta.

Ben Guerdan foi palco em março de uma tentativa em massa de ataque por parte de duas centenas de jihadistas, alguns dos quais se filtraram desde a Líbia através dos várias centenas de quilômetros de deserto que nessa zona constituem a fronteira entre ambos países.

No ataque, que aparentemente tinha como alvo tomar o controle de uma delegacia, morreram cerca e meio centena de fanáticos, mais de uma dezena de soldados e vários civis.

Há um ano, a decisão do governo tunisiano de impor uma taxa de entrada e saída do país já suscitou graves distúrbios na região, que obrigaram o Executivo a retirá-la.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos