Espanha receberá primeiros refugiados da Grécia no final de maio

Barcelona, 15 mai (EFE).- O ministro do Interior espanhol interino, Jorge Fernández Díaz, anunciou neste domingo que os primeiros 87 refugiados procedentes da Grécia chegarão à Espanha no final de maio, e que 63 refugiados a mais, que agora também se encontram em território grego, farão o mesmo no "começo de junho".

Esta primeira remessa de refugiados chegará à Espanha após vários meses de críticas por parte de ONGs e partidos ao Executivo espanhol pela demora neste processo.

O ministro espanhol negou que a Espanha esteja desatendendo o compromisso que adquiriu de receber 16 mil refugiados entre 2016 e 2017 com seus parceiros europeus.

Díaz acredita que a demora no amparo de refugiados por parte da Espanha "não é responsabilidade do governo", mas do procedimento estabelecido, das autoridades comunitárias e dos países onde os refugiados estã se concentrando -a Grécia entre eles-.

Segundo Díaz, desde 1 de março, a Espanha solicitou com insistência poder receber 150 refugiados localizados na Grécia, e nesta semana recebeu uma comunicação da Organização Internacional de Migrações (OIM) a respeito.

Estas 87 pessoas chegarão à Espanha entre 24 e 26 de maio, em um ou dois voos, e as outras 63 no começo de junho, acrescentou.

Quanto aos refugiados que se encontram na Itália, Díaz lembrou que o governo espanhol também solicitou em 1 de março às autoridades europeias receber 50 deles.

Destes, já estão na Espanha um total de 18 (17 eritreus e um sírio) e os 32 restantes devem chegar em prazos parecidos aos definidos para os procedentes da Grécia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos