Operação policial da República do Daguestão deixa seis mortos

Moscou, 15 mai (EFE).- Dois oficiais de polícia e quatro supostos guerrilheiros morreram em uma operação antiterrorista realizada no sábado na cidade de Derbent, na república russa do Daguestão, informaram neste domingo fontes locais.

"Foram internados 17 agentes das forças de segurança feridos", disse à Agência "Interfax" um porta-voz do Hospital Central de Derbent.

Os supostos guerrilheiros se esconderam ontem em um apartamento no qual tinham como refém o chefe da polícia da cidade, capitão Musá Musayev.

"Após receber a informação de que o chefe da polícia tinha morrido, foi adotada a decisão de atacar o apartamento", disse à "Interfax" uma fonte policial.

Devido ao tiroteio, que durou várias horas, aconteceu um incêndio no imóvel, e até agora a polícia não conseguiu entrar no mesmo.

O Daguestão, uma das sete repúblicas russas da região do Cáucaso Norte, é palco frequente de atentados terroristas e confrontos armados entre as forças de segurança e a guerrilha islamita que opera na área.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos